Projetos Financeiros

Aqui você encontra diversas possibilidades de crédito.

Sem categoria

Carnaval de Rio Claro deve injetar quase R$ 10 milhões na economia

Volta dos desfiles após 6 anos devem movimentar ainda mais o comércio. Prefeitura espera cerca de 20 mil pessoas por dia para curtir na avenida.

Por g1 São Carlos e Araraquara

Após 2 anos sem folia, Rio Claro (SP) espera que o carnaval injete quase R$ 10 milhões na economia do município. Os desfiles das escolas de samba, que não eram realizados há 6 anos, ajudam a movimentar ainda mais o comércio.

A prefeitura espera cerca de 20 mil pessoas por dia para curtir na avenida.

Contratações e compra de materiais

O trabalho das 4 escolas de samba começa pelo menos 3 meses antes para dar conta de tanto trabalho. Cerca de 150 pessoas são contratadas, entre costureiras, serralheiros, artistas plásticos e empurradores. Somente em mão de obra chega a ser investido cerca de R$ 150 mil.

“Muito ferro para os carros, tecido, arame, madeira e iluminação para os carros”, disse o presidente da União das Escolas de Samba da Cidade Azul (Uesca) e vice-presidente da escola UVA, Bruno Felipe Calore.

A agenda das escolas também está cheia, já que muitas são convidadas para se apresentar nas cidades da região. “A UVA vai desfilar em Cordeirópolis, Analândia, Ajapi, Cravinhos. Retorna um pouco do dinheiro investido no carnaval”, disse Calore.

Comércio de fantasias e outros adereços

O comércio local também é muito favorecido com a festa. Em loja visitada pela EPTV, afiliada da TV Globo, o movimento aumenta bastante e também é montado um setor para atrair o cliente.

São fantasias de personagens, asinhas com elástico, as tradicionais saias de tuli, maquiagem e brilho para o rosto e o corpo. “Eles fazem a festa. Fantasia vende bastante, gliter, autocolante”, afirmou a gerente Jéssica Fernanda dos Santos.

Estudo da prefeitura

A prefeitura colheu informações de perfil e consumo através dos eventos realizados no município.

“Através disso nós fizemos alguns estudos com vários perfis para determinar mais ou menos quanto é o retorno que vai injetar na cidade nessa semana de carnaval”, afirmou o secretário de Turismo de Rio Claro, Guilherme Pizzirani.

O estudo levou em conta:

  • O morador solteiro deve gastar, em média, R$ 77 por noite. São esperadas 5 mil pessoas com esse perfil em cada dias e o retorno deve ultrapassar 1,1 milhão.
  • Uma família com 3 pessoas deve gastar R$ 139 por noite. Um público de 2 mil famílias vai gastar R$ 834 mil.
  • Casais de turistas, que vão se hospedar em Rio Claro devem gastar por dia R$ 712. A estimativa é de pelo menos mil casais, que nas 3 noites vão deixar na cidade R$ 2,1 milhões.
  • E tem ainda aqueles que ficam no setor em que não há venda de ingressos. São 11.300 pessoas, que devem gastar, cada uma, 39 reais por dia. Total de mais de 1,3 milhão nos 3 dias.
  • Também foram somadas as festas que acontecem em praças e clubes, além dos blocos. Na média os 3 mil foliões devem gastar nas 5 noites em torno de 4,3 milhões.
  • Somando todos os públicos, devem ser injetados na economia de Rio Claro mais de R$ 9,7 milhões.

“Agora faltam os dados de quantas pessoas as escolas contrataram para trabalhar, quantos adereços eles compraram, os shows que eles estão fazendo nas cidades que não têm carnaval. E os barraqueiros, que vão trabalhar na parte de alimentação e bebidas, porque eles contratam as pessoas, compram os insumos. Com certeza vamos chegar próximos de R$ 12 milhões de investimento na cidade no mês de fevereiro”, destacou o secretário de Turismo.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *