Projetos Financeiros

Aqui você encontra diversas possibilidades de crédito.

Dicas

O IPCA (Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo), que mede a inflação oficial do país.

O IPCA (Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo) que mede a inflação oficial do país, em 10,06%, bem acima do teto da meta previsto pelo Banco Central, de 5,25%. Divulgado pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) na terça-feira (11), este é o maior valor de inflação no Brasil desde 2015.

O IPCA de dezembro de 2021 registrou alta de 0,73%, acima das expectativas de mercado e da projeção do BTG Pactual, que era de 0,64% para o período. “O resultado foi puxado principalmente pela inflação nos combustíveis”, explica o economista-chefe da casa, Claudio Ferraz. Com o reajuste no preço anunciado pela Petrobras, na terça-feira, o BTG revisou a projeção para o IPCA de janeiro, passando de 0,42% para 0,46% ao mês.

Para João Beck, da BRA, apesar da alta de 2021, a tendência é que a inflação caia ao longo de 2022. A estação de chuvas deve estabilizar os preços de energia no país e o período eleitoral que se aproxima pode ter um rumo mais moderado do que o esperado

“A recessão atual gera menor pressão de preços e salários. Os gargalos de oferta de produtos industriais serão menores que os dos anos anteriores ao passo que a indústria volte a produzir. Além disso, é esperada também uma magnitude menor na alta das commodities e do próprio dólar”, acrescenta Beck.

A projeção do  BTG Pactual é que o IPCA encerre 2022 em 5,4%. Na visão de Ferraz, o resultado acumulado deve continuar na casa dos dois dígitos em boa parte do primeiro trimestre, recuando abaixo de 9% somente a partir do segundo semestre do ano.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *